quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Mataram o povo

Mataram a revolução
porcos, tomaram o poder
despiram a alma das gentes,
filmaram os olhos do morto
mataram a imagem do povo
a história do lutador

feriram os pequenos do mundo
roubaram o direito da vida
saquearam a maioria
expuseram a pele furada
mataram as mãos desarmadas
mentiram e fizeram sofrer

roubaram o direito ao sonho
boicotaram a informação
lavaram a mente do povo
fingiram, cuspiram, beberam
do sangue de nossos irmãos
calaram da boca a questão

fizeram do mundo um lixo
nos deram das mesmas migalhas
direitos, silencio e voto
nos mesmos assassinos das massas.
que novamente gargalham
zombando dos olhos do morto...